Quem vai estar na cimeira do «Plano B para a Europa»?

20 de Outubro por Esquerda.net

Lisboa será palco da 5ª cimeira do Plano B, que pretende discutir alternativas democráticas à União Europeia da austeridade. Neste artigo, o esquerda.net dá-lhe a conhecer alguns dos dirigentes da esquerda europeia que, nos dias 21 e 22 de outubro, estarão na capital portuguesa.

No próximo fim-de-semana, Lisboa será palco da 5ª cimeira do Plano B, que pretende discutir alternativas democráticas à União Europeia da austeridade.

Neste artigo, o esquerda.net dá-lhe a conhecer alguns dos dirigentes da esquerda europeia que, nos dias 21 e 22 de outubro, estarão na capital portuguesa.

O encontro é aberto à participação de todos os cidadãos, sendo apenas necessário a realização de uma inscrição prévia(link is external).

JPEG - 7.5 kb
Miguel Úrban
Podemos | Estado Espanhol

Fundador e deputado ao Parlamento Europeu pela formação política espanhola Podemos, Miguel Úrban é também, desde fevereiro deste ano, porta-voz da política europeia do seu partido. O eurodeputado foi um dos principais rostos da cimeira do Plano B de Madrid. Intervirá na sessão de abertura do Plano B de Lisboa às 14h00 de sábado.

JPEG - 5.3 kb
Eric Toussaint
Comité para a Abolição das Dívidas Ilegítimas (CATDM)

Presidente do Comité para a Abolição das Dívidas Ilegítimas (CATDM), membro fundador do Fórum Social Mundial, Fórum Social Europeu e da ATTAC – Bélgica, Eric Toussaint tem apoiado movimentos e governos de todo o mundo a combater a dívida pública Dívida pública Conjunto dos empréstimos contraídos pelo Estado, autarquias e empresas públicas e organizações de segurança social. ilegítima e o capitalismo financeiro.

Em Lisboa, integrará o painel “Pode a desobediência cívica salvar a democracia europeia?”, que tem início marcado para as 16h30 de sábado.

JPEG - 6.5 kb
Stefano Fassina
Esquerda Italiana | Itália

Ex-vice-ministro da Economia e das Finanças do governo liderado por Enrico Letta e ex-conselheiro económico do Partido Democrático, Fassina entrou em rutura com Matteo Renzi, que acusou de levar o Partido Democrático italiano “demasiado para a direita”, acabando por abandonar esta formação italiana de centro-esquerda.

Atualmente, é membro da Câmara dos Deputados, conselheiro municipal em Roma e militante da Esquerda Italiana (Sinistra Italiana). Stefano Fassina tomará da palavra às 14h00 na sessão de abertura.

JPEG - 5.9 kb
Eulalia Reguant
CUP | Catalunha

Eulalia Reguant foi eleita deputada ao Parlamento da Catalunha pelo partido independentista anticapitalista CUP, em 2015. Este mês de outubro renunciou ao mandato para assumir o cargo de conselheira na Câmara Municipal de Barcelona.

Na cimeira do Plano B de Lisboa vai participar no painel “Pode a desobediência cívica salvar a democracia europeia?”, que tem início marcado para as 16h30 de sábado.

PNG - 60.4 kb
Zoe Konstantopoulou
Caminho para a Liberdade | Grécia

Ex-Presidente do Parlamento helénico, Zoe Konstantopoulou destacou-se por ter criado uma Comissão parlamentar para a auditoria da dívida grega. Foi uma das vozes internas do Syriza mais críticas à capitulação perante a troika Troika A Troika é uma expressão de apodo popular que designa a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional. do governo liderado por Alexis Tsipras.

Em 2015 abandona o Syriza e, em 2016, funda o partido Caminho para a Liberdade. Zoe Konstantopoulou fará parte do painel de abertura da cimeira do Plano B de Lisboa, que começará às 14h00 de sábado.

JPEG - 7.7 kb
Fabio de Masi
A Esquerda | Alemanha

Fabio de Masi é membro do partido alemão A Esquerda (Die Linke) e foi eleito, pela primeira vez, deputado ao Parlamento Europeu em 2014, onde integrou as comissões que investigaram os escândalos financeiros dos “Luxemburg Leaks” e dos “Panama Papers”.

Nas recentes eleições legislativas alemãs foi eleito para o Bundestag. De Masi estará no painel sobre os “10 anos do tratado de Lisboa – os planos Mekron para o futuro da Europa”, que tem início marcado para as 16h30 de sábado, ao lado do líder parlamentar bloquista Pedro Filipe Soares.

JPEG - 6.2 kb
Jens Holm
Partido de Esquerda | Suécia

Foi deputado ao Parlamento Europeu entre 2006 e 2009. Desde 2010 é membro do Parlamento sueco pelo Partido de Esquerda (Vänsterpartiet). Enquanto deputado, tem centrado a sua intervenção em torno das alterações climática, a justiça global e os direitos dos animais.

Jens Holm vai intervir no painel “Governação do euro e dívida: que tipo de ruptura com a UE(M)?, às 18h00 de sábado, que contará com a presença do economista e ex-coordenador do Bloco de Esquerda Francisco Louçã.

JPEG - 5.3 kb
Marina Albiol
Esquerda Unida | Estado Espanhol

Eurodeputada eleita pela Esquerda Unida (Izquierda Unida). No Parlamento Europeu integra a Comissão das Liberdades Cívicas, da Justiça e dos Assuntos Internos e os intergrupos de defesa dos direitos das pessoas LGBTi, antirracismo e antifascimo, de luta contra a corrupção e de defesa das línguas minoritárias.

Marina Albiol vai intervir na sessão de encerramento - “Para onde vamos agora? – Um plano B para a Europa” - que tem início marcado para as 12h00 de domingo.

JPEG - 6.7 kb
Panagiotis Lafazanis
Unidade Popular | Grécia

Foi ministro da Reconstrução Produtiva, do Ambiente e da Energia do governo do Syriza. Lafazanis abandona o executivo e o partido liderados por Alexis Tsipras em divergência com a assinatura de um novo memorando com a troika.

Fundou um novo partido de esquerda, o Unidade Popular, que atualmente lidera. No Plano B de Lisboa irá intervir na sessão de encerramento, que começará às 12h00 de domingo.


CADTM

COMITE PARA A ABOLIÇAO DAS DIVIDAS ILEGITIMAS

35 rue Fabry
4000 - Liège- Belgique

00324 226 62 85
info@cadtm.org

cadtm.org