Um sucesso do CADTM: a assembleia mundial da rede, reunida em Dakar de 13 a 16-11-2021

17 de Novembro por CADTM International


O Comité para a Anulação das Dívidas Ilegítimas (CADTM) reuniu a sua tradicional Assembleia Mundial da Rede (AMR) de 13 a 16-11-2021, em Dacar, no Senegal. É a terceira Assembleia Mundial da Rede que se realiza no continente africano, depois das de maio de 2013 em Marrocos e abril de 2016 na Tunísia. Esta reunião do CADTM durou quatro dias, simultaneamente em presença (com 37 delegados/as, 19 mulheres e 18 homens) e à distância (34 participantes), com uma grande representação de mulheres.

As delegações fisicamente presentes em Dacar vieram de 16 países africanos (África do Sul, Benim, Burquina Faso, Camarões, Congo Brazzaville, Costa do Marfim, Gabão, Guiné Conacri, Marrocos, Níger, Quénia, República Democrática do Congo, Senegal, Togo, Tunísia), 1 país da América Latina e Caraíbas (Haiti) e 2 países da Europa (Bélgica e França). A estes juntaram-se delegados/as que participaram em linha à distância: Argentina, Brasil, Colômbia, Espanha, Índia, Japão, Paquistão, Porto Rico, Portugal, Suíça e Uruguai. Em suma: delegações de 30 países participaram na AMR do CADTM.

As sessões desta AMR operaram em três línguas: inglês, francês e castelhano, com tradução simultânea.

A reunião teve início com uma apresentação geral dos objectivos do CADTM para esta assembleia mundial no contexto actual. Seguiu-se um relatório da situação económica e política internacional, onde foram analisados o contexto económico geral, a evolução da pandemia do coronavírus e a crise sanitária mundial, a crise climática e ambiental em curso, o crescimento das formas de autoritárias ou ditatoriais de governo à escala mundial, a ofensiva do Capital contra o Trabalho e a ofensiva patriarcal, o nível das resistências e o estado dos movimentos que contestam o sistema capitalista e patriarcal e finalmente os grandes desafios que se colocam ao CADTM.

Este relatório sobre a situação internacional foi completado por 4 relatórios continentais (África, América Latina e Caraíbas, Europa e Ásia). Este ponto da ordem de trabalhos foi enriquecido por intervenções das diversas delegações.

Um balanço muito rico do Secretariado Internacional Partilhado (SIP) da rede CADTM foi apresentado por ATTAC CADTM Marrocos e pelo CADTM Bélgica. Abarcou as actividades organizadas, as formações, os comunicados de imprensa e as declarações, os sítios e páginas Facebook, os boletins electrónicos, as publicações (livros e revistas), os vídeos pedagógicos, as sinergias com diversos parceiros mundiais, o alargamento e reforço do CADTM, os financiamentos, etc.

A Coordenação das Lutas Feministas do CADTM, que é um espaço feminista não misto criado em 2017, apresentou também o seu balanço e os avanços feitos na reflexão, empenhamento e enraizamento da rede. A coordenação das lutas feministas organizou de 8 a 11 de novembro de 2021 em Dacar o quarto seminário sobre mulheres, dívidas e microcrédito.

A carta política da rede CADTM, instituída em janeiro de 2009 e emendada pelo Conselho Internacional do CADTM em setembro de 2019, foi actualizada. Principais pontos acrescentados: as dívidas ilegítimas do Norte, as dívidas privadas ilegítimas, a crise ecológica, o movimento feminista e o endividamento legítimo para um programa de transição. As emendas à carta de funcionamento dizem respeito às sanções em caso de comportamento sexista, à integração na carta da Coordenação das lutas feministas do CADTM África como iniciativa exemplar que devia ser seguida pelas organizações dos CADTM nos outros continentes. O SIP ficou encarregado de fazer a edição final das duas cartas emendadas, a partir dos contributos recolhidos durante a discussão.

A seguir a AMR examinou as novas adesões: a da rede norte-africana para a soberania alimentar, a da Liga dos Camponeses do Quénia, a da Frente Cidadã para a Auditoria de Porto Rico e a do colectivo feminista africano Womin, sediado na África do Sul, que se concretizará nos próximos meses.

Aproveitando a presença na AMR, os/as participantes dirigiram-se ao lago Wouye, em Malika, um bairro popular da zona metropolitana de Dacar, para participarem num programa de actividades organizado pelo CADTM Senegal. Os/as delegados do CADTM internacional encontraram uma trintena de pessoas que, através da sua associação, estão envolvidas num projecto de salvaguarda do ecossistema local.

No último dia da AMR, os/as participantes passaram em revista as principais actividades em que a sua organização e a rede do CADTM propriamente dita irão participar nos próximos tempos. Trata-se, nomeadamente, da Aliança Africana para a Soberania Alimentar, que se reunirá em Nairóbi, no Quénia, e da assembleia geral da Rede Norte-Africana para a Soberania Alimentar, que se realizará em Tunes. O CADTM continuará a participar na campanha para a suspensão das patentes sobre vacinas, medicamentos e tratamentos para combater o coronavírus. Em 2022 a rede CADTM participará no Fórum Social Mundial (FSM), que deverá reunir na capital mexicana em maio. Pouco antes do FSM, o CADTM América Latina e Caraíbas (AYNA) também reunirá no México a sua assembleia anual. Em 2022 terão igualmente lugar outras actividades internacionais onde o CADTM participará activamente: em agosto, a assembleia dos povos das Caraíbas, a realizar no Haiti, e a universidade europeia dos movimentos sociais, organizada na Alemanha pelo movimento ATTAC; em outubro, em Marrocos, a contra-cimeira das assembleias anuais do Banco Mundial e do FMI; provavelmente em novembro, no Mali, o Fórum dos Povos.




Tradução: Rui Viana Pereira

CADTM

COMITE PARA A ABOLIÇAO DAS DIVIDAS ILEGITIMAS

8 rue Jonfosse
4000 - Liège- Belgique

00324 226 62 85
info@cadtm.org

cadtm.org